Como se prevenir de doenças no frio

diferenca-entre-gripe-e-dengue

 

Com a proximidade do inverno e as temperaturas mais amenas desse período, observa-se o aumento na incidência de doenças típicas do frio, como gripes e resfriados. De origem viral, a gripe é uma doença respiratória infecciosa, que infecta cerca de 10 a 18 milhões de brasileiros por ano e 600 milhões de pessoas no mundo, atingindo com frequência, a mesma pessoa duas ou três vezes ao ano.

Com o ritmo de vida acelerado, o estresse, má alimentação e o sedentarimos são elementos que, além de fazer parte do cotidiano cada vez mais, podem diminuir as defesas do organismo. Por esses motivos, é importante que o sistema imunológico esteja preparado para se proteger contra as doenças típicas de inverno.

Curiosidade: Você sabia que 70% das células do organismo encontram-se no intestino? Sabia também que o tecido epitelial que reveste e protege o intestino tem o tamanho de uma quadra de tênis e, portanto, é a maior área de contato do nosso organismo com o meio externo? Por isso, é muito importante que o intestino esteja saudável e a microbiota equilibrada, para evitarem que as bactérias novicas superem em número as bactérias benéficas presentes, o que poderia representar uma situação de risco.

O que é sismtema imunológico?

É um conjunto de moléculas, células e tecidos que tem como função a defesa e proteção do organismo contra agentes patogênicos, tais como vírus e bactérias. Tão logo os microorganismos entram em contato com o organismo, o sistema imunológico inicia sua batalha, recrutando as células de defesa e produzindo substâncias para impedir que os invasores entrem na corrente sanguínea. Esse processo é chamado de resposta imunológica e tem como objetivo eliminar qualquer substância ou microrganismo invasor.

Como manter a saúde do seu sistema imunológico?

Alimentação: Uma alimentação saudável e equilibrada, que inclua todos os grupos alimentares em quantidade adequada, é importante para manter o funcionamento adequado do sistema imunológico e, consequentemente, reduzir o risco de acometimento por doenças infecto-contagiosas. Segundo médicos, os alimentos relacionados com as defesas do organismo estão os probióticos, como os lactobacilos presentes em alguns iogurtes e leites fermentados, que conseguem chegar vivos ao intestino e auxiliam no fortalecimento da microflora local, modulando o sistema imunológico desse órgão.

Além disso, os alimentos ricos em vitamina C, principalmente frutas. A vitamina C tem um papel importante uma vez que possui efeito imunoestimulatório dos linfócitos e protege as células contra o estresse oxidativo que ocorre durante os processos infecciosos.

Fonte: Revista Profissão & Beleza/ Dr. Arthur Timerman – infectologista

http://www.perfumariaseiki.com.br/

 


comentários